Tempo vivo ou Tempo Morto

O que escolhes?

O tema da WDY esta semana é o “Tempo Morto ou Tempo Vivo”.

Esta ideia parte de Robert Green.

Basicamente, Robert Green identifica duas formas de viver quando estamos perante impasses da vida, mediante o tipo de escolha que fazemos.

Se estiveres a pensar que essas duas opções são o Tempo Morto e o Tempo Vivo, estás correto@.

Mas afinal o que é isto do Tempo Vivo e Morto?

O Tempo Vivo reduz-se às escolhas que fazemos que contribuem para o nosso crescimento como pessoa. Perante uma situação chata, decidimos fazer o melhor dela.

Por outro lado, escolher Tempo Morto, é escolher a passividade, ficar chatead@ com o que está a acontecer, ficar pres@ à situação e não fazer nada com ela.

A título de exemplo, imagina que tens de ficar a fazer uma disciplina do décimo segundo ano no próximo ano letivo. Chato? Muito. Poderás ver esta situação como um ano que terás de ficar em “pausa”. Não tem de ser algo necessariamente mau! O que podes fazer com essa pausa? Podes escolher aproveitá-la como Tempo Vivo ou como Tempo Morto.

Se escolheres Tempo Vivo, escolhes aproveitar esse “tempo extra” para tirares a carta, para aprenderes coisas novas, leres mais, dedicar-te a coisas e interesses que, talvez, de outra forma não fizesses. Escolhes não ficar parado à espera que o ano passe. É só preciso ter alguma imaginação, as opções são imensas.

Tanto o Tempo Vivo como o Tempo Morto têm as suas funções.

Quando as coisas não são como queremos, ficamos incomodad@s e chatead@s a pensar no que seria se fosse de outra forma e se as coisas corressem sempre como quiséssemos. É normal ficarmos assim durante algum tempo, é quase inevitável, mas, passado algum tempo, passa a ser contraproducente e não estamos a fazer nada para nosso bem - só guardamos emoções más para nós e ficamos sentados à espera que as coisas mudem sozinhas. Ficamos a observar a nossa vida de fora, a passar como se não estivéssemos dentro dela, a vivê-la.

Ao escolheres o Tempo Vivo, escolhes ser quem manda. “Ok, esta treta de situação aconteceu. E agora?” É seguir em frente. Ficar a pensar na “morte da bezerra” nunca serviu de muito. Pensa mas depois segue. Enriquece-te, cria as tuas oportunidades.

No nosso canal de YouTube, podes encontrar um vídeo sobre este tema. Visita-nos por lá! O link é este:

Votos de uma excelente semana para ti por parte da equipa da WDY.

Vemo-nos para a semana com um novo tema.